Postagens

Quando fala a Razão

"Às vezes é preciso diminuir a barulheira,
Parar de fazer perguntas,
Parar de imaginar respostas,
Aquietar um pouco a vida
para simplesmente deixar o coração nos contar o que sabe.E ele conta.
Com a calma e a clareza que tem. "

Deixe o coração falar - Ana Jácomo
Estes dias tem sido tumultuados, desprovidos de movimentos distraídos de minha parte. Tudo é mais intenso do que o normal. Final de ano é assim comigo. 
Minha vida inteira demanda de mim uma resposta, visto que a calma e paz vieram, e já me deixaram ouvir. Agora, resta decidir o que fazer com o caminho que ela mostrou: ir adianta e largar os feridos para trás, ou ir ao encontro do que realmente me interessa.

In-Desistências

Escolhas. Faça-as ou deixe-as.



— Não gosto de nada por aqui —disse Frodo—, pedra ou poço, água ou osso.Terra, ar e água, tudo parece amaldiçoado. Mas nessa direção vai nossa trilha. — É, é isso mesmo — disse Sam. — E de modo algum estaríamos aqui se estivéssemos mais bem informados antes de partir. Mas suponho que seja sempre assim. Os feitos corajosos das velhas canções e histórias, Sr. Frodo: aventuras, como eu as costumava chamar. Costumava pensar que eram coisas à procura das quais as pessoas maravilhosas das histórias saíam, porque as queriam, porque eram excitantes e a vida era um pouco enfadonha, um tipo de esporte, como se poderia dizer. Mas não foi assim com as histórias que realmente importaram, ou aquelas que ficam na memória. As pessoas parecem ter sido simplesmente embarcadas nelas, geralmente — seus caminhos apontavam naquela direção, como se diz. Mas acho que eles tiveram um monte de oportunidades, como nós, de dar as costas, apenas não o fizeram.E, se tivessem feito, não…

Voltando pelo fio de Ariadne

Quantas vezes, não pensei sobre minha vida, sobre ter ou não ter alguém, sobre viajar, estudar fora, chutar o pau da barraca, literalmente ...São tantos 'se' para poucos 'quando'. Até lá, fazer o que estiver ao meu alcance para ser tudo muito bom.

Segue o texto que li num blog interessante, o qual sigo há algum tempo.

-------------------------------------------------------


O Que Torna Uma Pessoa Especial Dentre Milhões de Outras?


A bossa nova tocando no rádio naquela manhã me lembrou do calor no peito que eu sentia toda vez que encontrava certo namoradinho de adolescência que eu tinha. Não era nem a presença dele em si, e nem as suas feições que não eram as mais atraentes. Era a paz que me invadia por dentro cada vez que ele me olhava nos olhos e perguntava se eu tinha dormido bem à noite. Ele era o rei dos pequenos requintes de delicadeza, como o bombom em cima do caderno de matemática, a mensagem desejando boa prova e, claro, o olhar, aquele cativo e carinhoso de todo…

Agosto... Ah, gosto!

Agosto

Sopra, vento, sopra, vento,
ai, vento do mês de agosto,
passa por sobre meu rosto
e sobre o meu pensamento.
Vai levando meu desgosto!

Lança destes altos montes
às frias covas do oceano
meu sonho sem horizontes,
claro, puro e sobre-humano.

Sem saudade mais nenhuma
te ofereço meus segredos,
para serem flor de espuma
que a praia mova em seus dedos,
quando se vestir de bruma...

Mova entre a lua inconstante
e a inconstantíssima areia,
que todo o mundo assim creia
meu sonho morto e distante,

morto, distante, acabado,
ó vento do céu profundo!
que tudo é bom, no passado,
que nos fez sofrer, no mundo,
ao ter de ser suportado...

Meireles, Cecilia. Vaga Música; São Paulo: Global, 2013, p. 29

Encontrado por aí...

Imagem
Uma hora, reencontro sempre o fio de Ariadne...

Estava a procura de algo para um artigo, e por algum motivo, o Google me deu esse link. Gostei do texto, e resolvi publicar.

Encontre alguém que seja improvisado. Não precisa vir com rótulos e prazos, mas que venha com muito espaço e muita matéria.
 Encontre a pessoa que vai te dizer o quão belos são seus olhos, mesmo que tenha acabado de acordar. E vai elogiar o modo como você prende os cabelos e a sua expressão quase hermética ao ler Clarice Lispector.
Que passe horas te olhando e tente, com frases comuns e gestos pueris, te explicar a singularidade do sentimento que as suas palavras e companhia denotam.
Encontre alguém que lhe mostre coisas novas em você mesma, que te ajude a se conhecer melhor. Que aplauda suas qualidades e afague os seus defeitos. Que lhe dê chão, parede e teto; e compartilhe o céu com você. Que você possa presentear com O menino maluquinho de Ziraldo.
 Ache a pessoa que admire os seus versos e ache incrível …

Pensamentos...

Imagem
AMIZADE


Contrato tácito entre duas pessoas sensíveis e virtuosas.
Sensíveis porque um monge, um solitário, pode não ser ruim e viver sem conhecer a amizade.
Virtuosas porque os maus não adjungem mais que cúmplices.
Os voluptuosos careiam companheiros de devassidão.
Os interesseiros reúnem sócios.
Os políticos congregam partidários.
O comum dos homens ociosos mantêm relações.
Os príncipes têm cortesões.

Só os virtuosos possuem amigos."



François-Marie Arouet - Voltaire (1694-1778)

Prudência

Imagem
Estava a ler os comentários e postagens de amigos e conhecidos no Facebook, e me detive na frase de uma querida amiga: "É a minha prudência, não frieza / Não há outra mão que eu prefira segurar..." e, curiosa, fui procurar o restante. E AMEI a canção na voz da Brooke Fraser, que, se não me engano, fez uma participação especial no Hillsong. A letra da música é simples e clara, como um dia de verão.




In the autumn on the ground Sobre o chão, no outono, Between the traffic and the ordinary sounds Entre o trânsito e os sons comuns I am thinking signs and seasons Eu estou pensando em sinais e estações While a north wind blows through Enquanto o vento do norte sopra...
I watch as lovers pass me by Observo enquanto amantes passam por mim Walking stories, who's and how's and why's Histórias ambulantes, “quens”, “comos”, e “porquês” Musing lazily on love, pondering you Meditando vagarosamente sobre o amor, ponderando sobre você...
Let's give it time, give it space Eu vou dar um tempo …