sábado, 26 de julho de 2008

O que fazer nas Férias?

"nada melhor do que não fazer nada..."
Só ficar à toa em casa,


na praia



no pc....


ou em qualquer outro lugar,
desde que seja com você!


^.~







[momento de aula de informática...]

Amigo


Uma imagem para os amigos que passarem.
em homenagem ao dia do amigo, que passou em branco por este blog rosa...

quarta-feira, 23 de julho de 2008

A guerreira é uma criança...

Eu sempre gostei de música, de poesia, de ler, e algumas vezes de escrever. Pra mim, antes de ser música, tem que ser poesia. Reencontrei meu caderno verde, estes dias, na casa da minha prima... E resolvi o que já tinha decidido antes, eu vou postar aqui tudo que tem lá...
Na medida do possível, claro.

Mas, hoje, ouvindo uma música da Twila Paris, eis que me veio inspiração pra este post. A música vem desde meus tenros anos como igreja, "The Warrior is a child". A letra é simples, e descreve minhas lutas.

Reconheço que tenho sido covarde [ia escrever meio, mas não tem meio covarde, meio nada, ou se é inteiro , ou não se é...]. Não tenho lutado o bom combate, tenho corrido tanto e chegado a lugar algum.

Creio que é chegada a hora de sair do casulo, e empunhar a espada novamente.. Mesmo que a vergonha e a humilhação venham à tona novamente. Já descansei [ou me escondi Dele] demais.

Consegui o vídeo tbm, por outro artista, igualmente inspirado.
Espero que faça diferença. Pois antes de ser poesia e música, foi a oração de alguém.

Bye.

The Warrior Is A Child
(A Guerreira é uma criança)


Lately I've been winning battles left and right
Ultimamente eu tenho vencido batalhas certas e erradas
But even winners can get wounded in the fight
Mas mesmo os vencedores podem se ferir na luta
People say that I'm amazing
As pessoas dizem que eu sou maravilhosa
Strong beyond my years
Forte além pra minha idade.

But they don't see inside of me
Mas eles não vêem dentro de mim
I'm hiding all the tears
Eu estou escondendo todas as lágrimas!

And they don't know that I go running home when I fall down
E eles não sabem que eu corro pra casa quando eu caio
They don't know who picks me up when no one is around
Eles não sabem que eu quem me levanta quando não há ninguém em torno
I drop my sword and cry for just a while
Eu solto a minha espada e choro por um tempo...
'Cause deep inside this armor
Porque lá dentro desta armadura
The warrior is a child
A guerreira é uma criança

Unafraid because His armor is the best
Destemida porque Sua armadura é a melhor
But even soldiers need a quiet place to rest
Mas, mesmo soldados precisam de um lugar calmo para descansar

People say that I'm amazing
As pessoas dizem que eu sou maravilhosa
Never face retreat
Nunca bato em retirada
But they don't see the enemies
Mas eles não vêem que são os meus inimigos
That lay me at His feet
Que me mantem aos Seus Pés...

And they don't know that I go running home when I fall down
E eles não sabem que eu corro pra casa quando eu caio
They don't know who picks me up when no one is around
Eles não sabem que é quem me levanta quando não há ninguém por perto
I drop my sword and cry for just a while
Solto a espada e choro um pouco.
'Cause deep inside this armor
Porque dentro, bem lá dentro da armadura
The warrior is a child
A guerreira é uma criança

terça-feira, 8 de julho de 2008

Sobre a morte, II


O que acontece é que sempre nos pega desprevenida, de repente.
Maldita!
Sempre nos arranca algum pedaço bom ou mau, mas arranca, e nem pergunta se pode!
Sedenta!
É descrita como a salvação, quando ambas nem juntas podem conviver...
Vencida!

Por Cristo Jesus, na cruz...

Mas, Senhor...como é difícil!

"A salvação e a morte não podem olhar nos olhos uma da outra."
(Berthe Morizot)

'Parecida...sempre vou lembrar de você e dos biscoitões nos trens da VALE, e
de cada bife que fritou pra mim. te amo muito, embora nunca soubesse qual era sua fruta favorita... Espero que tenha sabido. Melhor, que eu tenha bem demonstrado.