quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Bom Natal



Aos Amigos, parentes, e conhecidos!
Um feliz natal, com tudo que ele tem de bom!!
Que nos lembremos do verdadeiro motivo dele, e não apenas de um velhote gorducho, e com tradiçõe sduvidosas.

Que foi um visitante do céu que nos foi dado é quem é o motivo do nosso natal!

Louvado seja Aquele que o Enviou.
E Bendito é e eternamente será, aquele que vem em nome do Senhor!!

.......xx.x.xx.xx.x.xx.....

Visitor From Heaven

Twila Paris

A visitor from Heaven

If only for a while

A gift of love to be returned

We think of you and smile

A visitor from Heaven

Accompanied by grace

Reminding of a better love

And of a better place

With aching hearts and empty arms

We send you with a name

It hurts so much to let you go

But we’re so glad you came

We’re so glad you came

A visitor from Heaven

If only for a day

We thank Him for the time He gave

And now it’s time to say

We trust you to the Father’s love

And to His tender care

Held in the everlasting arms

And we’re so glad you’re there

We’re so glad you’re there

With breaking hearts and open hands

We send you with a name

It hurts so much to let you go

But we’re so glad you came

We’re so glad you came




segunda-feira, 10 de novembro de 2008

O Tempo

"O tempo passou. Dizem que o tempo é remédio pra tudo. O tempo faz a gente esquecer. Há pessoas que esquecem depressa. Outras apenas fingem que não se lembram mais."

Erico Veríssimo, em O Tempo e o Vento, O continente, Tomo II.

Aqui tem mais do trabalho maravilhoso desta artista!

sábado, 11 de outubro de 2008

O Vaso Defeituoso

Muitas vezes, assim como hoje, me sinto além de ansiosa, um zero à esquerda.

Um incapacitação me toma de cima para baixo que é até difícil pensar em algo que não seja: "como pude deixar de fazer tal coisa" ou "como pude fazer tal coisa".

falando via mns com um amigo, que aliviou um pouco meu espírito e deu a sugestão mais cedo dada por meu pai, de reconhecer meu lugar no Universo, como filha de Deus, e portanto, saber de Seu amor infinito, e a partir daí, reconstruir o conceito de mim mesma - muito abalado na última semana.

Porque, na hora da tormenta, é tão difícil orar e concentrar esforços em não afogar-se nas auto-comiserações? Eu reconheço minha fraqueza de espírito.

reconheço , tenho que reconhecer e aceitar que não sou perfeita.
Infelizmente, sou um pouco mimada.

E lendo por aí, achei este texto, que muito me inspirou a fazer esta postagem...(clica no link e veja de onde foi, por favor.)

O vaso rachado...

"Uma velha senhora possuía dois grandes vasos, cada um suspenso na extremidade de uma vara, que ela carregava nas costas.
Um dos vasos era rachado, e o outro era perfeito.
Este último, estava sempre cheio de água ao fim da longa caminhada da torrente até a casa, enquanto aquele rachado chegava meio vazio.
Por longo tempo a coisa foi em frente assim, com a senhora que chegava em casa com somente um vaso e meio de água.
Naturalmente, o vaso perfeito era muito orgulhoso do próprio resultado e o pobre vaso rachado tinha vergonha do seu defeito, de conseguir fazer só a metade daquilo que deveria fazer.
Depois de dois anos, refletindo sobre a própria amarga derrota de ser 'rachado', o vaso falou com a senhora durante o caminho:
- 'Tenho vergonha de mim mesmo, porque esta rachadura que eu tenho me faz perder metade da água durante o caminho até a sua casa...'
A velhinha sorriu:
- 'Você reparou que lindas flores foram semeadas do teu lado docaminho?
- Eu sempre soube do teu defeito, e portanto plantei sementes de flores na beira da estrada do teu lado...E todo dia, enquanto a gente voltava, tu as regavas.
Por dois anos, recolho belíssimas flores para enfeitar a mesa deste lar.
Se tu não fosses como és, eu não teria essas maravilhas enfeitando a minha casa.
Cada um de nós tem o próprio defeito, mas o defeito que cada um de nós tem, é que faz com que nossa convivência seja interessante e gratificante.
É preciso aceitar cada um pelo que é...
E descobrir o que nele há de bom.
Portanto, meu 'defeituoso' amigo, tenha um bom dia e continue regando as flores do seu lado do caminho."


Depois de ler, e ouvir e falar com Ele, só posso dizer oq ue já disse aqui no meu perfil: "Perdoe o incomodo. Estou em processo de formação."

Espero que meus defeitos sejam produtivos (ô mulherzinha perfeccionista e chata...)

sábado, 13 de setembro de 2008

Espere no Senhor

Li isso num blog a respeito de missões, e não li nada mais verdadeiro hoje....


"Espere no Senhor. Você raramente conseguirá o que merece das pessoas, não
espere por isto. Você sempre conseguirá o que é melhor de Deus, então, não
duvide disto.

Sua habilidade de lidar com ambos está diretamente relacionada a
consistência de seu caminhar com o Senhor. "

(Charles R. Swindoll)
.................................................oooo...............................................

domingo, 31 de agosto de 2008

Voltando à ativa universitária...




Então, voltei à estudar.


Embora tudo seja como antes (corre-corre,textos, provas, seminários e afins), tudo é diferente (novos colegas, novos professores, novos desafios).


Embora esteja empolgada, ainda fico muito retraída...resquícios do passado...Embora eu goste de estudá-lo, não gosto de lembrá-lo.


E caminhando pro futuro, deixo a todos meu abraço, e saudades, praqueles com quem mais falei e um olá pros novatos!


Assim vamos, caminhando...


E por perder-me é que vão me lembrando,

por desfolhar-me é que não tenho fim. (Cecília Meirelles)
...

sábado, 26 de julho de 2008

O que fazer nas Férias?

"nada melhor do que não fazer nada..."
Só ficar à toa em casa,


na praia



no pc....


ou em qualquer outro lugar,
desde que seja com você!


^.~







[momento de aula de informática...]

Amigo


Uma imagem para os amigos que passarem.
em homenagem ao dia do amigo, que passou em branco por este blog rosa...

quarta-feira, 23 de julho de 2008

A guerreira é uma criança...

Eu sempre gostei de música, de poesia, de ler, e algumas vezes de escrever. Pra mim, antes de ser música, tem que ser poesia. Reencontrei meu caderno verde, estes dias, na casa da minha prima... E resolvi o que já tinha decidido antes, eu vou postar aqui tudo que tem lá...
Na medida do possível, claro.

Mas, hoje, ouvindo uma música da Twila Paris, eis que me veio inspiração pra este post. A música vem desde meus tenros anos como igreja, "The Warrior is a child". A letra é simples, e descreve minhas lutas.

Reconheço que tenho sido covarde [ia escrever meio, mas não tem meio covarde, meio nada, ou se é inteiro , ou não se é...]. Não tenho lutado o bom combate, tenho corrido tanto e chegado a lugar algum.

Creio que é chegada a hora de sair do casulo, e empunhar a espada novamente.. Mesmo que a vergonha e a humilhação venham à tona novamente. Já descansei [ou me escondi Dele] demais.

Consegui o vídeo tbm, por outro artista, igualmente inspirado.
Espero que faça diferença. Pois antes de ser poesia e música, foi a oração de alguém.

Bye.

The Warrior Is A Child
(A Guerreira é uma criança)


Lately I've been winning battles left and right
Ultimamente eu tenho vencido batalhas certas e erradas
But even winners can get wounded in the fight
Mas mesmo os vencedores podem se ferir na luta
People say that I'm amazing
As pessoas dizem que eu sou maravilhosa
Strong beyond my years
Forte além pra minha idade.

But they don't see inside of me
Mas eles não vêem dentro de mim
I'm hiding all the tears
Eu estou escondendo todas as lágrimas!

And they don't know that I go running home when I fall down
E eles não sabem que eu corro pra casa quando eu caio
They don't know who picks me up when no one is around
Eles não sabem que eu quem me levanta quando não há ninguém em torno
I drop my sword and cry for just a while
Eu solto a minha espada e choro por um tempo...
'Cause deep inside this armor
Porque lá dentro desta armadura
The warrior is a child
A guerreira é uma criança

Unafraid because His armor is the best
Destemida porque Sua armadura é a melhor
But even soldiers need a quiet place to rest
Mas, mesmo soldados precisam de um lugar calmo para descansar

People say that I'm amazing
As pessoas dizem que eu sou maravilhosa
Never face retreat
Nunca bato em retirada
But they don't see the enemies
Mas eles não vêem que são os meus inimigos
That lay me at His feet
Que me mantem aos Seus Pés...

And they don't know that I go running home when I fall down
E eles não sabem que eu corro pra casa quando eu caio
They don't know who picks me up when no one is around
Eles não sabem que é quem me levanta quando não há ninguém por perto
I drop my sword and cry for just a while
Solto a espada e choro um pouco.
'Cause deep inside this armor
Porque dentro, bem lá dentro da armadura
The warrior is a child
A guerreira é uma criança

terça-feira, 8 de julho de 2008

Sobre a morte, II


O que acontece é que sempre nos pega desprevenida, de repente.
Maldita!
Sempre nos arranca algum pedaço bom ou mau, mas arranca, e nem pergunta se pode!
Sedenta!
É descrita como a salvação, quando ambas nem juntas podem conviver...
Vencida!

Por Cristo Jesus, na cruz...

Mas, Senhor...como é difícil!

"A salvação e a morte não podem olhar nos olhos uma da outra."
(Berthe Morizot)

'Parecida...sempre vou lembrar de você e dos biscoitões nos trens da VALE, e
de cada bife que fritou pra mim. te amo muito, embora nunca soubesse qual era sua fruta favorita... Espero que tenha sabido. Melhor, que eu tenha bem demonstrado.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

RECOMENDAÇÕES PARA SE VIVER BEM...Parte IV

Saindo do labirinto com a corda de seda mágica que deixou presa no início dele, volta a dona deste blog, para encerra a quarta parte desta abençoada palavra... É para encerrar o mês de junho com chaves de ouro, e olhos para o céu!






16) Não desprezes a piedade por estar sendo ela perseguida.
Homens ímpios, quando instigados por Satanás, vituperam, maliciosamente, o caminho de Deus. A santidade é uma qualidade bela e gloriosa. Chegará o tempo quando os iníquos desejarão ver algo dessa santidade que agora desprezam, mas estarão tão removidos dela como agora estão longe de desejá-la.

17) Não dá valor ao pecado por estar atualmente na moda.

Não julga o pecado como coisa apreciável, só porque a maioria segue tal caminho. Pensamos bem sobre uma praga, só porque ela se torna tão generalizada e atinge a tantos? “E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as” (Ef 5.11).

18) No que diz respeito à vida cristã, serve a Deus com todas as tuas forças.

Deveríamos fazer por nosso Deus tudo quanto está no nosso alcance. Deveríamos servi-Lo com toda a nossa energia, posto que a sepultura está tão perto, e ali ninguém ora nem se arrepende. Nosso tempo é curto demais, pelo que também o nosso zelo de Deus deveria ser intenso. “Sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor” (Rm 12.11).

19) Faze aos outros todo o bem que puderes, enquanto tiveres vida.

Labuta por ser útil às almas de teus semelhantes e por suprir as necessidades alheias. Jesus Cristo foi uma bênção pública no mundo. Ele saiu a fazer o bem. Muitos vivem de modo tão infrutífero, que, na verdade, suas vidas dificilmente são dignas de uma oração, como também seu falecimento quase não merece uma lágrima.

20) Medita todos os dias sobre a eternidade.

Pois talvez seja questão de poucos dias ou de poucas horas - haveremos de embarcar através do oceano da eternidade. A eternidade é uma condição de desgraça eterna ou de felicidade eterna. A cada dia, passa algum tempo a refletir a respeito da eternidade. Os pensamentos profundos sobre a eterna condição da alma deveriam servir de meio capaz de promover a santidade.

Em conclusão, não devemos superestimar os confortos deste mundo. As conveniências do mundo são muito agradáveis, mas também são passageiras e logo se dissipam. A idéia da eternidade deve ser o bastante para impedir-nos de ficar tristes em face das cruzes e sofrimentos neste mundo. A aflição pode ser prolongada, mas não eterna. Nossos sofrimentos neste mundo não podem ser comparados com nosso eterno peso de glória. Considerai o que vos tenho dito, e o Senhor vos dará entendimento acerca de tudo.





Thomas Watson








Bem, esta foi a última postagem desta série de meditações...
Espero poder ler sempre, e não desanimar diante das agruras da vida.
Espero que nenhum empregador, nenhum mau amigo ou colega, me tire do foco.
E espero que minha língua permaneça dentro da minha boca, pois o pecado começa bem antes de expressá-lo em palavras.









Enquanto isso, desato novamente meu laço, voltando ao labirinto...






quinta-feira, 12 de junho de 2008

TEMOS QUE APRENDER QUE...

TEMOS QUE APRENDER QUE...

...Que duas pessoas discutindo, não quer dizer que se odeiam.





Que duas pessoas felizes, não quer dizer que se amam.





Que o mundo dá voltas e a vida é uma seqüência de desafios.





Que algumas feridas saram, outras não.








Que quem vive do passado é museu. [e historiadores, claro!!^.~]




Que quem vive o futuro, não vive... SONHA!




Que com a pessoa certa, uma vida é pouco tempo.


Que com a pessoa errada, um minuto é muito.





Que mesmo acompanhado, ainda posso estar .



Que caráter vem do berço, não se compra.



Que Amor não se exige, se dá.


Que meus amigos eventualmente vão me machucar; são humanos.


Que um ato
pode mudar toda
uma vida.


Que nem toda uma vida pode mudar alguns dos nossos atos.


QUE O IMPORTANTE PARA MIM, NÃO O É PRA OUTROS, E ISSO NÃO É DEFEITO!


Que a decência é uma prática diária.


Que humilhar é a pior das covardias.


Que a capacidade de amar, é nata. Não depende de terceiros.


Que a beleza esta na alma.


Que nada é pra sempre...



























[há que se pensar...]


Autor(a) desconhecido

segunda-feira, 5 de maio de 2008

RECOMENDAÇÕES PARA SE VIVER BEM

RECOMENDAÇÕES PARA SE VIVER BEM

Feliz mês de Maio pra todos. "Ah, Érica, sua desatenta, é já o seu segundo post." Eu sei, eu sei, mas só agora, dia 5 é que o mês efetivamente começou...

Segue a continuação, em doses homeopáticas, do sermão de Thomas Watson ao seu rebanho.
Na próxima postagem tentarei achar algo sobre ele...Incrível, pensei nisso só agora...Eita, desatenção crescente!



11) Não sejas ocioso, mas trabalha para ganhar o teu sustento.


Estou certo de que o mesmo Deus que disse: “Lembra-te do dia de sábado, para o santificar”, também disse: “Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra”. Deus jamais apoiou qualquer ociosidade. Paulo observou: “Estamos informados de que, entre vós, há pessoas que andam desordenadamente, não trabalhando; antes, se intrometem na vida alheia. A elas, porém, determinamos e exortamos, no Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando tranqüilamente, comam o seu próprio pão” (2 Ts 3.11-12).

12) Ajunta a primeira tábua da Lei à segunda, isto é, piedade para com Deus e eqüidade para com o próximo.

O apóstolo Paulo reúne essas duas idéias, em um só versículo: “Vivamos, no presente século… justa e piedosamente” (Tt 2.12). A justiça se refere à moralidade; a piedade diz respeito à santidade. Alguns simulam ter fé, mas não têm obras; outros têm obras, mas não têm fé. Alguns se consideram zelosos de Deus, mas não são justos em seus tratos; outros são justos no que fazem, mas não têm a menor fagulha de zelo para com Deus.

13) Em teu andar perante os outros, une a inocência à prudência.

“Sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas” (Mt 10.16). Devemos incluir a inocência em nossa sabedoria, pois doutro modo tal sabedoria não passará de astúcia; e precisamos incluir sabedoria em nossa inocência, pois do contrário nossa inocência será apenas fraqueza. Convém que sejamos tão inofensivos como as pombas, para que não causemos danos aos outros, e que tenhamos a prudência das serpentes, a fim de que os outros não abusem de nós nem nos manipulem.

14) Tenha mais medo do pecado que dos sofrimentos.

Sob o sofrimento, a alma pode manter-se tranqüila. Porém, quando um homem peca voluntariamente, perde toda a sua paz. Aquele que comete um pecado para evitar o sofrimento, assemelha-se ao indivíduo que permite sua cabeça ser ferida, para evitar danos ao seu escudo e capacete.

15) Foge da idolatria.

Filhinhos, guardai-vos dos ídolos” (1 Jo 5.21). A idolatria consiste numa imagem de ciúme que provoca a Deus. Guarda-te dos ídolos e tem cuidado com as superstições.


x-x

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Recomendações pra se viver bem - PARTE II

6) Nunca te esqueças da prática do auto-exame. Estabelece um tribunal em tua própria alma. Tem receio tanto de uma santidade mascarada quanto de ires para um céu pintado. Julgas-te bom porque outros assim pensam de ti? Permite que a Palavra seja um ímã com o qual provarás o teu coração. Deixa que a Palavra seja um espelho, diante do qual poderás julgar a aparência de tua alma. Por falta de autocrítica, muitos vivem conhecidos pelos outros, mas morrem desconhecidos por si mesmos. “De noite indago o meu íntimo”, disse o salmista (Sl 77.6).

7) Mantém vigilância quanto à tua vida espiritual. O coração é um instrumento sutil, que gosta de sorver a vaidade; e, se não usarmos de cautela, atrai-nos, como uma isca, para o pecado. O crente precisa estar constantemente alerta. Nosso coração se assemelha a uma “pessoa suspeita”. Fica de olho nele, observa o teu coração continuamente, pois é um traidor em teu próprio peito. Todos os dias deves montar guarda e vigiar. Se dormires, aí está a oportunidade para as tentações diabólicas.

8 ) O povo de Deus deve reunir-se com freqüência. As pombas de Cristo devem andar unidas. Assim, um crente ajudará a aquecer ao outro. Um conselho pode efetuar tanto bem quanto uma pregação. “Então, os que temiam ao SENHOR falavam uns aos outros” (Ml 3.16). Quando um crente profere a palavra certa no tempo oportuno, derrama sobre o outro o óleo santo que faz brilhar com maior fulgor a lâmpada do mais fraco. Os biólogos já notaram que há certa simpatia entre as plantas. Algumas produzem melhor quando crescem perto de outras plantas. Semelhantemente, esta é a verdade no terreno espiritual. Os santos são como árvores de santidade. Medram melhor na piedade quando crescem juntos.

9) Que o teu coração seja elevado acima do mundo.Pensai nas coisas lá do alto” (Cl 3.2). Podemos ver o reflexo da lua na superfície da água, mas ela mesma está acima, no firmamento. Assim também, ainda que o crente ande aqui em baixo, o seu coração deve estar fixado nas glórias do alto. Aqueles cujos corações se elevam acima das coisas deste mundo não ficam aprisionados com os vexames e desassossegos que outros experimentam, mas, antes, vivem plenos de alegria e de contentamento.

10) Consola-te com as promessas de Deus. As promessas são grandes suportes para a fé, que vive nas promessas do mesmo modo que o peixe que vive na água. As promessas de Deus são quais balsas flutuantes que nos impedem de afundar, quando entramos nas águas da aflição.



[Demorei a postar, perdida em outras partes do labirinto... Mas conseguia achar a saída, enfim.
Beijos a todos, lembrando que ontem foi o dia do trabalho...E eu dormi praticamente o dia todo. Contradições.]

sábado, 19 de abril de 2008

Recomendações pra se viver bem - PARTE I

Eu estava olhando uns sites, cadastrados no iBest, e , por pura coincidência, encontrei o blog da cantora/ministra Ana Paula valadão. E gostei muito da penúltima postagem, que transcrevo uma parte agora, pra ser bem degustado, devagar... Do jeito que eu costumo fazer as coisas, né?

É parte de um sermão, o último do pregador Thomas Watson, ao seu rebanho.

"Antes que eu me vá, devo oferecer alguns conselhos e orientações para vossas almas. Eis as vinte instruções que tenho a dar a cada um de vós, para as quais desejo a mais especial atenção:

1) Antes de tudo, observa tuas horas constantes de oração a Deus, diariamente. O homem piedoso é homem “separado” (Sl 4.3), não apenas porque Deus o separou por eleição, mas também porque ele mesmo se separa por devoção. Inicia o dia com Deus, visita-O pela manhã, antes de fazeres qualquer outra coisa. Lê as Escrituras, pois elas são, ao mesmo tempo, um espelho que mostra as tuas manchas e um lavatório onde podes branquear essas máculas. Adentra ao céu diariamente, em oração.


2) Coleciona bons livros em casa. Os livros de qualidade são como fontes que contêm a água da vida, com a qual poderás refrigerar-te. Quando descobrires um arrepio de frio em tua alma, lê esses livros, onde poderás ficar familiarizado com aquelas verdades que aquecem e afetam o coração.

3) Tem cuidado com as más companhias. Evita qualquer familiaridade desnecessária com os pecadores. Ninguém pode apanhar a saúde de outrem; mas pode-se apanhar doenças. E a doença do pecado é altamente transmissível. Visto não podermos melhorar os outros, ao menos tenhamos o cuidado de que eles não nos façam piores. Está escrito acerca do povo de Israel que “se mesclaram com as nações e lhes aprenderam as obras” (Sl 106.35). As más companhias são as redes de arrastão do diabo, com as quais arrasta milhões de pessoas para o inferno. Quantas famílias e quantas almas têm sido arruinadas pelas más companhias!


4) Cuidado com o que ouves. Existem certas pessoas que, com seus modos sutis, aprendem a arte de misturar o erro com a verdade e de oferecer veneno em uma taça de ouro. Nosso Salvador, Jesus Cristo, aconselhou-nos: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mt 7.15). Sê como aqueles bereanos que examinavam as Escrituras, para verificar se, de fato, as coisas eram como lhes foram anunciadas (At 17.11). Aos crentes é mister um ouvido discernidor e uma língua crítica, que possam distinguir entre a verdade e o erro e ver a diferença entre o banquete oferecido por Deus e o guisado colocado à sua frente pelo diabo.


5) Segue a sinceridade. Sê o que pareces ser. Não sejas como os remadores, que olham para um lado e remam para outro. Não olhes para o céu, com tua profissão de fé, para, então, remar em direção ao inferno, com tuas práticas. Não finjas ter o amor de Deus, ao mesmo tempo que amas o pecado. A piedade fingida é uma dupla iniqüidade. Que teu coração seja reto perante Deus. Quanto mais simples é o diamante, tanto mais precioso ele é; e quanto mais puro é o coração, maior é o valor que Deus dá à sua jóia. O salmista disse sobre Deus: “Eis que te comprazes na verdade no íntimo” (Sl 51.6)."

Beijocas, tenham um bom feriado.
Embora saibamos que de herói, Tiradentes não tinha nada. =/

...

quarta-feira, 26 de março de 2008

Desiderata



Siga tranqüilamente, entre a inquietude e a pressa, lembrando-se que há sempre paz no silêncio.

Tanto quanto possível, sem humilhar-se viva em harmonia com todos os que o cercam.

Fale a sua verdade mansa e claramente, e ouça a dos outros, mesmo a dos insensatos e ignorantes, eles também têm sua própria história.

Evite as pessoas agressivas e transtornadas, elas afligem o nosso espírito.

Se você se comparar com os outros, você se tornará presunçoso e magoado, pois haverá sempre alguém inferior e alguém superior a você.

Você é filho do universo, irmão das estrelas e árvores, você merece estar aqui; e mesmo que você não possa perceber, a Terra e o Universo vão cumprindo o seu destino.

Viva intensamente o que já pode realizar, mantenha-se interessado em seu trabalho, ainda que humilde, ele é o que de real existe ao longo de todo o tempo.

Seja cauteloso nos negócios, porque o mundo está cheio de astúcia, mas não caia na descrença, a virtude existirá sempre.

Muita gente luta por altos ideais, em toda parte a vida está cheia de heroísmo.

Seja você mesmo, principalmente não simule afeição nem seja descrente do amor, porque mesmo diante de tanta aridez e desencanto ele é tão perene quanto a relva.

Aceite com carinho o conselho dos mais velhos, mas também seja compreensivo aos impulsos inovadores da juventude, alimente a força do espírito que o protegerá no infortúnio inesperado; mas não se desespere com perigos imaginários, muitos temores nascem do cansaço e da solidão.

E a despeito de uma disciplina rigorosa seja gentil consigo mesmo.

Você é parte do universo, irmão das estrelas e árvores, você merece estar aqui; e mesmo que você não possa perceber, a terra e o universo vão cumprindo o seu destino.

Portanto esteja em paz com Deus, como quer que você o conceba e quaisquer que sejam os seus trabalhos e aspirações, da fatigante jornada pela vida, mantenha-se em paz com sua própria alma. Acima da falsidade, do desencanto e agruras, o mundo ainda é bonito. Seja prudente.

FAÇA TUDO PARA SER FELIZ

----->Texto impresso na agenda do estudante do ano de 2006, do CEFET onde estudei. Dizem que foi de um tal de Mark, em 1927. Outros dizem que foi encontrado numa lápide em uma pequena igreja dos EUA ou Inglaterra. Bem, como não tive fontes seguras o suficiente, fica como a segunda opção, que é a que veio na agendinha de uma secundarista!
Um bom final de mês a todos os que se aventuram por cá!

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Sobre a morte



A morte nos sobrevém como ladrão. Sempre dizemos que estamos preparados [ou não], mas, no fundo, nossas emoções primárias sobem à nossa cabeça: somos quase egoístas. Não queremos nos desprender daquilo que nos foi concedido pro um determinado tempo. Agarramo-nos aquilo como se fosse necessário à nossa sobrevivência, quando, de fato, todas as coisas que nos são essenciais nesta vida, foi-nos dado no momento em que tomamos nossa primeira respiração neste mundo.


Tudo o que precisamos...


Então, crescemos, desenvolvemos nossas afeições e nos apegamos. Ah, o apego... O amor, a ternura, o sentimento de ser amado e de amar, carinho, cuidado, raiva, aborrecimento, perdão... Emoções e atitudes que nos conectam uns com os outros e com o mundo que nos rodeia. E a partir daí, não somos mais só nós, solitários e desconectados. Somos nós e aqueles que amamos e que nos amam. Aqueles que nos mantém em movimento. Que nos fazem querer mais de tudo, o melhor de tudo. Que nos fazem ir ao céu, e algumas vezes, ao fundo do poço...


E, quando, num determinado tempo, estes queridos nos são requeridos, somos tomados de uma mesquinharia imensa... e não queremos deixá-los ir...


Hoje estou me sentindo mesquinha.



Em memória de duas queridas tias-avós e à única avó que conheci,
que partiram, nos deixando lembranças doces e eficazes sobre ser mulher, sobre ser gente.
I'm still missing her.



[escrito em 27/12/2006]