Postagens

Mostrando postagens de 2007
Quando um dia amanhece pra ser chato, ele o é, sem dó nem piedade. É impressionante a vontade de não fazer nada, só ficar "jiboiando" à frente de qualquer coisa que não tenha efetivamente que fazer. Penso que amnhã irei ao centro da cidade, ver alguma coisa pra se comprar. Afinal, é a época das grandes liquidações...
Veremos.

Declaração Universal dos Direitos da Mulherzinha que Habita em Todas Nós

Preâmbulo

Considerando que toda mulher, por mais moderna, independente, poderosa, aventureira, intelectual, corajosa, forte, audaciosa, etc, guarda dentro de si uma porção mulherzinha, aquela parte intrínseca que não tem medo de fazer bico, de verter lágrimas, de ser vaidosa e de ter chilique por pouca coisa, considerando que deixar transparecer, em público ou não, a porção mulherzinha. É uma ação que não deve ser encarada como amostra de fragilidade e, finalmente, considerando que toda mulher, menina, garota, senhora e demais variantes do sexo feminino têm o direito sagrado e constitucional de carregar e exibir sua porção mulherzinha quando, onde e como bem entender... Fica aqui proclamado a presente Declaração Universal dos Direitos da Mulherzinha que Habita em Todas Nós.

Artigo I
Todas as mulheres nascem livres para fazer uso de sua porção mulherzinha da maneira e com a intensidade que desejarem, no momento que lhes for mais propício. Enquanto estiverem tomadas pela porção mulherzinha…

Sobre as luzes do passado

Imagem
Interior de Capela - Rochamps, França, Le Corbusier.
“... os estados de ânimo criados pelas horas do dia e pelas estações do ano ajudam a evocar o que o espaço pode ser" - Louis I. Kahn.
Posso não crer que Deus esteja preso entre quatro paredes - isto pra mim é fato incontestável. No entanto, as formas que algumas pessoas [alguns pequenos mestres da arquitetura] expressaram suas idéias a respeito da espiritualidade e o ambiente no qual esta deveria ocorrer, me deixam encantada. E, mais que isso, como conseguiram fazer de uma simples abertura de iluminação uma obra de arte em três dimensões, da qual você pode fazer parte? É, tinha tempo que não vinha o meu próprio labirinto. Espero não estar perdida... E, pelas luzes deixadas por outros, é certeza que não..

Procura-se um Amigo

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração.
Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir.
Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa.

Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.
Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão.
Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados.

Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar.
Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa.

Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objectivo deve ser o de amigo.
Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários.
Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.
Pro…

Eu confesso...

Como andava sem inspiração pra escrever, eu estou deixando uma resposta que dei a um jogo intitulado "eu confesso".
Confesso que amo música.
Confesso que já chorei por “amor”.
Eu confesso que adoro ficar no pc.
Eu confesso que adoro ser mulher.
Eu confesso que amo a minha família demais
Eu confesso que amo Jesus.
Eu confesso que choro por tudo
Eu confesso que experimentei cerveja [e detestei.. argh!]
Eu confesso que fui traída
Eu confesso que já tive dias melhores.
Eu confesso que já tive vontade de sumir de casa
Eu confesso que já tomei um porre...
Eu confesso que larguei a faculdade
Eu confesso que menti.
Eu confesso que sou perfeccionista e cobro demais de mim mesma [e dos outros, por conseguinte...].
Eu confesso que não controlo minha língua ferina se estiver magoada
Eu confesso que ando com pensamentos mais impuros que antes
Eu confesso que estou abaixo do meu peso.
Eu confesso que não gosto de beterraba;
Eu confesso que não gosto de discutir, mas odeio que contestem meus argumentos
Eu conf…

Escolhas

Se a mulher que hoje é minha mãe não tivesse aceitado o convite de outra, que hoje é minha tia, talvez jamais tivesse conhecido o homem que veio a ser meu pai... Caso papai não tivesse se casado com mamãe, eu não teria nascido...
Quando chego a esta época do ano, eu me pego pensando nas escolhas que fiz, e nas que tenho que fazer todos os dias... Cada uma delas indicando um novo rumo em determinado assunto... Eu enfraqueço um pouco... Porque nem tudo saiu do jeito que eu planejei... Porque tudo saiu às avessas... Porque eu me recusei a crescer algumas vezes... Porque eu não quis correr atrás... Outras vezes, a escolha não foi a melhor por justamente correr atrás... E continuo tendo de escolher...
Eita, difícil esta vida de escolhas!
Eu estou entre aquilo que sinto que preciso fazer e aquilo que não quero fazer, e isso está partindo o meu coração.” [adaptado]
O fato de não escolher em si mesmo já é uma escolha, então, é melhor que eu não me abstenha, e tenha coragem de errar de novo, se f…

Iniciando aqui...

Imagem
O que eu estou segurando com minhas mãos são gotas de tempo...Suavemente, eu as seguro...
Estas recordações esquecidas e as palavras perdidas...

Começar é sempre estranho pra mim. Comecei me perdendo nos blogs de amigas, e pulava de um pra outro, sempre "querendo” fazer um e nunca "tentando” fazer...
Bom, não posso negar que pelo menos tentei. [clichê...]
Hoje, então, eu me enchi de coragem pra começar... Como eu já estava com o nome do blog há tempo na cabeça, uma música veio incontinente à minha mente, e deixei uns versos traduzidos dela... Não estão ao pé da letra, mas o que elas significaram pra mim.
Voltando ao começo... ou terminando, que eu possa encontrar palavras para perder-me em minhas divagações e fazer encontrar a quem interessar possa [nossa, viajei agora...]
Acho que é isto...
Até...